Marmelo – 10 benefícios para a saúde e como comer

Marmelo – 10 benefícios para a saúde e como comer

A marmelada é popularmente conhecida por nós, mas, geralmente, pouco sabemos sobre a árvore que dá o fruto usado para a preparação deste doce, bem como dos seus usos e benefícios. Vamos saber mais sobre o marmelo?

Neste conteúdo, vamos saber mais sobre o marmelo:

  1. A árvore do Marmelo
  2. Marmelada, o doce feito de marmelo
  3. Como comer marmelo
  4. Onde comprar
  5. Marmelo do Cerrado
  6. Marmelo-do-mato
  7. Os benefícios desse fruto
  8. Contraindicações de consumo

1. MARMELEIRO, A ÁRVORE DO MARMELO

O marmeleiro (Cydonia oblonga) é o único membro do gênero Cydonia, da família Rosaceae, seus frutos são os marmelos.

Sua origem vem das regiões mais amenas da Ásia Menor e Sudeste da Europa.

Outros nomes dessa árvore são: marmeleiro-da-Europa, marmelo e pereira-do-japão.

A árvore do marmelo pode chegar a ter 4 metros de altura, o seu tronco é tortuoso e possui uma casca áspera com placas. As flores podem ser da cor rosa ou com um tom amarelado. Seu fruto, o marmelo, mede por volta de 10 a 12 centímetros, de cor amarelada ou esverdeada.

2. DOCE DE MARMELO

A marmelada é um doce delicioso feito com marmelo cozido, em partes iguais, com açúcar.

É um doce de origem portuguesa.

A cor da marmelada depende do tempo de cozimento, quanto mais tempo cozinhar, mais escura fica a marmelada.

No Brasil, a produção de marmelada se concentra mais nos municípios goianos de Cidade Ocidental, Luziânia e em quase toda região do centro sul.

3. COMO COMER MARMELO

O marmelo, em Portugal, é um fruto, geralmente, consumido cozido, na forma de marmelada.

Outra forma de comê-lo é assado.

O marmelo pode ser consumido, também, como geleia ou pasta de marmelo.

Em grande parte do Brasil, é mais comum consumi-lo, como marmelada industrializada.

Devido a produção de marmelo no Brasil ser em pequena escala e em poucas regiões, os marmelos são importados do Uruguai e Argentina.

Atualmente, a “Sede do Doce de Marmelo”, praticamente, artesanal, é em São João do Paraíso (Minas Gerais).

Como alimento medicinal, as sementes do marmelo servem como remédio caseiro antidiarreico e o chá do marmelo é bom como calmante, tem propriedades antiespasmódicas, adstringentes e antissépticas, estimula o apetite e fortalece o organismo.

4. ONDE COMPRAR

No Brasil, a fruta marmelo in-natura, é difícil de encontrar, em feiras e mercados, com exceção, de alguns estados, que realizam sua produção como Goiás, Minas Gerais e Ceará.

O contrário acontece com a marmelada industrializada, que se encontra, com facilidade em lojas, mercados e outros pontos de venda.

As sementes, folhas e frutos desidratados do marmeleiro para consumo, em forma de chá, geralmente, são encontrados para compra, na Internet.

5. MARMELO DO CERRADO

Em Mato Grosso do Sul, estão sendo estudadas espécies medicinais nativas, dentre elas a Alibertia edulis (L.C. Rich.) A.C. Rich., popularmente conhecida como “marmelada-bola”,“marmelo do Cerrado” e “apuruí”.

A planta pertence à família Rubiaceae, a mesma do café, sendo nativa do Cerrado brasileiro.

Um grupo de pesquisa da Universidade Federal da Grande Dourados, da Faculdade de Ciências da Saúde, sob orientação da professora doutora Maria do Carmo Vieira e outros colaboradores, têm estudado o Marmelo do Cerrado.

As folhas podem ser utilizadas para controle da hipertensão arterial, hiperglicemia e têm atividade antioxidante.

Em sua composição química, foram encontradas substancias como iridoides, saponinas, flavonoides e alcaloides.

Além do uso medicinal das folhas, os frutos têm utilidade na alimentação, são saborosos, de polpa parda, podendo ser consumidos in-natura ou em sucos, refrescos, ponche, geleias e doces.

O sabor do refresco, lembra o gosto do tamarindo ou da pera. A semente torrada pode substituir o café e o fruto e as folhas serem utilizados como alimento para o gado. O fruto e a raiz são indicados para tratar pneumonia. É frequente o uso do xarope dos frutos na Amazônia. Os frutos macerados são bons para problemas do estomago e contra a catapora.

6. MARMELO-DO-MATO

Outra espécie de marmeleiro é o Marmeleiro-do-mato (Croton sonderianus), que é um arbusto predominante da caatinga
É conhecido, também, com os nomes de: Marmeleiro Preto ou Marmeleiro Branco.
No interior do estado do Ceará, tem vários nomes, tais como: Marmeleiro, Memeleiro ou Mermeleiro.

7. BENEFÍCIOS DO MARMELO

O marmelo é indicado para vários tipos de tratamentos e proporciona vários benefícios para saúde, vejamos dez deles:

O consumo do marmelo in-natura ou como chá, trata e pode curar:

  • dores de garganta
  • males da gengiva
  • aftas
  • inflamações no estomago
  • é antisséptico, bom para limpeza de pele
  • antiespasmódico, contra enjoos e vômitos
  • nervosismo e ansiedade
  • queimaduras
  • diarreia e cólicas
  • tuberculose e pneumonias

O marmelo possui em sua composição:

  • Pectina -reduz colesterol ruim (LDL).
  • Taninos – que atuam na mucosa e são antiinflamatórios e cicatrizantes naturais.
  • Ácido málico – bom estimulante para o fígado, antiespasmódico, combate a retenção de líquido, elimina o ácido úrico e impede a formação de gota.
  • Potássio – é bom para tratar hipertensão arterial, doenças nos vasos sanguíneos ou problemas do coração.
  • Fibras – é um laxante natural, tem poucas calorias, pode auxiliar em dietas de emagrecimento.
  • Vitamina C – presente no marmelo trata constipações, gripes e resfriados.

O marmelo é muito eficaz como fortificante e estimulante do organismo, contribui para melhora física e mental de quem o consome.

8. CONTRAINDICAÇÕES E EFEITOS COLATERAIS

Não existe registros de contraindicações e efeitos colaterais provocados pelo consumo do marmelo, como alimento ou em uso medicinal, porém, tudo em excesso, pode gerar algum distúrbio ou transtorno no funcionamento de nosso organismo.

MARMELADA DE MARMELO

E, não é à toa que o palhaço, já dizia:  “Hoje tem marmelada? ”

Um fruto, com tantas propriedades nutritivas e medicinais e, além disso, utilizado para fazer um doce, que só de falar, dá água na boca, por isso, dá para dizer:  “Vai ter marmelada, sim senhor!”

Fonte: GreenME

via-http://anaturezaebela.blog.br/

Envie seu comentário

Animais

Veja mais

Beleza

Veja mais

Casa

Veja mais

Curiosidades

Veja mais

Decoração

Veja mais

Natureza

Veja mais

Receitas

Veja mais

Saúde

Veja mais