3 passos para cultivar orquídeas em casa sem mistério

A orquídea é uma planta ornamental muito apreciada no mundo inteiro, de cores e formas variadas, são predominantes de áreas tropicais.

Elas crescem sobre as árvores, usando-as somente como apoio para buscar luz. Diferente do que muitos pensam, essas plantas não são parasitas, mas cerca de 90% dessas espécies são epífitas, isso quer dizer que elas crescem sobre outra planta, que utilizam como base de apoio (absorvem os nutrientes e a água através da planta que ela usa de base).

Essa característica faz pensar que cultivo dela seja quase que impossível, na qual somente um profissional de jardinagem ou botânica possa cultivar.

Mas existem algumas espécies que não necessitam de tanto cuidado, como: Phalaenopsis, Cattleya, Cymbidium, Bletilla, Pleione, Odontoglossum e Paphiopedilum.

No artigo de hoje, vamos ensinar como você pode plantar esses mimos em sua casa e sem estresse.

1º Passo

Através das sementes é um trabalho muito difícil, por isso, a dica para você que é um iniciante é cultivar a partir de uma muda.

É muito simples, basta preparar um vaso de barro que possa eliminar o excesso de água, colaborando para a drenagem da planta.

O substrato a ser plantado deve ser poroso para que a raiz da planta esteja arejada.

Podemos também preparar uma mistura de areia, casca de alguma árvore e perlita.

Escolha uma planta base com raízes expostas, afinal, as orquídeas crescerão no tronco dessa planta.

2º Passo

O ideal é colocar a sua orquídea em um local em que a luz do sol a alcance diretamente., como janelas e varandas.

A orquídea vai precisar de luz solar, mas evite muita exposição aos raios UV.

3º Passo

As primeiras flores irão surgir quando a diferença de temperatura entre o dia e a noite for algo em torno de 8° C.

A cada três anos a planta deve ser transplantada, sempre use substratos leves, como casca de alguma árvore.

Na primavera, as folhas da orquídea ficam bem verdes, por isso é uma época ideal para fazer essa mudança.

Lembre-se que essa planta é nativa de ambiente tropical, por isso ela não pode estar exposta a variações de temperatura abaixo de 14°C.

Mas também esqueça lugares muito abafados, a cozinha é uma péssima ideia para cultiva-la.

O ambiente ideal é sempre embaixo de uma árvore, pois ela recebe a quantidade de luz solar e vento necessário para seu desenvolvimento.

O nível correto de umidade é de 40%, então coloque a sua orquídea perto de outras plantas ou perto de uma bacia com água. Nunca coloque o pote d´água abaixo do vaso da orquídea.

Regularmente, regue sua planta com água sem cloro à temperatura ambiente.

No verão, regue duas a três vezes por semana e no inverno, apenas uma vez pela manhã, com bastante água.

Respeite a particularidade de cada espécie, por isso, pesquise sempre sobre o tipo de orquídea que escolheu para cultivar.

Fonte: DICASonline

O modo correto de tomar graviola para combater o câncer de forma segura e 100 % natural!

O modo correto de tomar graviola para combater o câncer de forma segura e 100 % natural!

Todos os dias, milhares de pessoas são diagnosticadas com câncer.

O motivo são inúmeros, mas geralmente está relacionado à dieta.

O tratamento mais comum é a quimioterapia.

Mas existem também bons tratamentos naturais.

Para os médicos naturalistas, a folha de graviola é composta por propriedades medicinais poderosíssimas, capazes de tratar a doença.

Mas atenção: não pode ser qualquer folha de graviola.

Veja os requisitos para fazer o remédio:

– Não pode ser de folhas colhidas do chão

– A planta não pode ter sofrido a aplicação de pesticidas

– A folha deve ser de uma árvore nativa, jamais de um enxerto

– A folha deve ser verdinha, ter uma cor perfeita, sem manchas, tonalidade amarelada ou qualquer dano.

Encontradas as folhas certas, você pode fazer o chá, que terá realmente capacidade curativa.

E veja como prepará-lo corretamente:

INGREDIENTES

Folhas de graviola

1 copo de 200mL vinagre de maçã

3 copos de 200mL de água

Para fazer o chá, será preciso desinfetar as folhas de graviola.

Para isso, misture o vinagre na água e mergulhe as folhas, deixando agir por alguns minutos.

Depois, retire as folhas e seque com um pano limpo.

Feito isso, leve-as ao sol e deixe de sete a dez dias, dependendo do clima da sua cidade.

Com o passar desse tempo, as folhas estarão bem secas.

Você deve quebrá-las bem até que vire um pó fino.

Não vamos mais ferver as folhas, pois isso tira as propriedades dela.

Você só precisa esquentar uma xícara de água e adicionar duas colheres (sopa) do pó da folha de graviola.

Deixe a solução agir por 15 minutos e depois beba.

O ideal é beber três xícaras por dia: uma depois de cada refeição.

Outra opção é tomar o suco da folha de graviola.

A receita é muito simples: você vai bater em um litro de água pura (filtrada) cinco folhas frescas de graviola.

Vai coar e tomar esse suco ao longo do dia.

Logo de início, você vai sentir o poder desintoxicante da graviola, pois vai eliminar bastante catarro.

Tome o suco até conseguir a cura desejada.

É claro que você não deve abandonar o tratamento prescrito pelo seu médico.

Aliás, nunca abandone o tratamento do médico.

No entanto, com certeza, este tratamento vai ajudar muito.

Há vários relatos de pessoas, inclusive na internet, que foram curadas com o auxílio da folha de graviola.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:https://www.curapelanatureza.com.br/

 

As delicias aqui da roça confira !

As delicias aqui da roça confira !

CONFIRA AQUI FOTOS LINDAS DA ROÇA

CONFIRA AQUI FOTOS LINDAS DA ROÇA

MOMENTOS LINDOS AQUI NA ROÇA ! CONFIRA

MOMENTOS LINDOS AQUI NA ROÇA ! CONFIRA ?

SE VOCÊ QUER LARGAR O CIGARRO: ESTA PLANTA ELIMINA A VONTADE DE FUMAR INSTANTANEAMENTE!

Embora todos estejam conscientes dos efeitos negativos do tabagismo, parar esse hábito é um um grande desafio para a maioria.

A nicotina é uma das principais razões pelas quais pessoas continuam fumando, pois ela é substância do cigarro  responsável pela dependência.

Depois de alguns cigarros, o corpo se acostuma com nicotina e torna-se incapaz de funcionar normalmente sem a nicotina.

Por uma necessidade irracional, quanto mais você fuma, mais nicotina você precisa para seu corpo se sentir bem.

 

Quando o corpo não consegue obter a nicotina necessária, o fumante anseia desesperadamente por cigarros e fica inquieto.

Esta condição é conhecida como abstinência e leva um certo período de tempo para ser superada.

Embora os sintomas físicos normalmente desapareçam depois de alguns dias, o desejo pode permanecer por um período mais longo.

Se você está determinado a deixar de fumar, este artigo vai ajudá-lo.

Ele vai revelar o que poucos sabem: uma planta que tem o poder de destruir a ânsia pelo cigarro.

Qual o nome dessa planta?

Como usá-la para combater a vontade de fumar?

É isso que você vai saber agora.

 

estevia

A estévia (Stevia rebaudiana) é capaz de diminuir o desejo pelo cigarro.

Esta planta faz parte da família do crisântemo.

Ela é originária do Paraguai e é muito usada como um adoçante natural.

Aqui no Brasil, a estévia é mais facilmente encontrada na forma de pó oi líquido, em lojas de produtos naturais e bons supermercados.

A terapia antitabagismo com estévia é fácil.

Basta aplicar algumas gotas de estévia sobre a língua cada vez que sentir o desejo de fumar.

Por incrível que pareça, este truque simples é extremamente eficaz em eliminar qualquer desejo por cigarro.

Se puder conseguir as folhas frescas de estévia, melhor ainda: simplesmente mastigue uma quando vier a vontade.

Mas não exceda a dose de oito folhas por dia.

No caso de usar estévia liquida (industrializada), é muito importante averiguar se o produto é natural e 100% estévia, pois há muitas marcas que usam misturas no mínimo duvidosas.

Importante!

É muito raro, mas existem pessoas que são alérgicas à estévia.

Se este for o seu caso, não consuma esta planta.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

fonte-cura pela natureza

Chocante: veja o que fazem com frutas e legumes para que fiquem com aparência de frescos

Você já observou como determinadas ervilhas são muito verdes?

E os brócolis?

Ah, e a carne, mesmo seca, sempre vermelhinha?

Ah, deve ser tudo comida fresquinha, não é?

Engano seu.

Não confie na cor de um alimento.

Hoje em dia isso não é mais confiável como indicativo de seu frescor.

O que você vai ver agora é apenas uma pequeníssima amostra do que estão fazendo para nos enganar.

E, o que é pior, isso acontece em todo o mundo.

Lógico que pode ocorrer menos em determinados países.

Mas a fraude nos alimentos é uma prática cada vez mais comum, fruto de uma ganância e de uma sede de lucros fora do controle.

 

Veja o vídeo abaixo.

 

Como dissemos, ele é um um microexemplo da fraude nos alimentos.

Depois, continuaremos com esta conversa.

 

Como podemos nos proteger dessa fraude?

Primeiro, devemos tentar comprar diretamente do produtor.

 

É possível fazer isso comprando em feiras orgânicas de pequenos produtores.

Se não houver nenhuma perto de sua casa, desconfie de produtos extremamente bonitos.

Há algo de estranho em produtos agrícolas que permanecem com aparência de fresco mesmo depois de muito tempo de colhidos.

E prefira comprar certas frutas no estado verde.

Sabe por quê?

Porque muitas são amadurecidas artificialmente com carbureto, especialmente abacaxi e banana.

O carbureto é uma substância tóxica que pode causar várias problemas de saúde.

É proibido para amadurecer frutas, mesmo assim é usado.

E o limão, a laranja e a maçã com casca que brilha?

Foram encerados com uma mistura de cera de carnaúba e resinas, é o que informam.

E dizem que não faz mal.

Mas você comeria cera se lhe oferecesse?

Mas o pior não é isso: por que eles não informam claramente aos consumidores que usam determinadas substâncias para deixar a casca de algumas frutas brilhando?

Por que fazem isso de forma muito discreta, como se quisessem esconder algo?

Ah, os produtores de maçã aqui do Brasil garantem que suas maçãs brilham de forma natural, que não há nenhum uso de cera.

Bem, quem tem um pezinho de maçã no quintal sabe que maçãs naturais não brilham tanto…

 

fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/