O site da Lá na Roça utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Ao saber disso, você nunca mais vai guardar o fermento dentro da geladeira

Ao saber disso, você nunca mais vai guardar o fermento dentro da geladeira

O fermento nada mais é do que bicarbonato de sódio. No preparo da massa, o fermento químico tem o papel de provocar as bolhas de gás carbônico (ou dióxido de carbono) que fazem a massa crescer e são obtidas através das reações do bicarbonato de sódio com algum outro ingrediente ácido. E por que será que você não deve guardar o fermento na geladeira?

Temperatura altera efeito do fermento

Toda massa, para que tenha seu fermento químico ativado e garanta uma aeração adequada, precisa de temperatura. Quando você guarda o bicarbonato ou fermento dentro da geladeira, ao provocar essa oscilação de temperatura já antes do ingrediente estar no momento certo para ser “despertado”, pode causar alterações na sua eficiência.

Ou seja, você acaba alterando a eficácia do fermento químico, ao abaixar sua temperatura na geladeira e, depois, ao aquecê-lo quando é incorporado aos outros ingredientes da massa. Tudo isso antes de ir para o forno, que seria o momento adequado. Isso sem contar o risco de adquirir odores e aromas de tudo o que está guardado no refrigerador.

Para testar se o fermento está bom antes de adicionar à massa, pingue algumas gotas de água em uma pontinha de colher do bicarbonato de sódio, ou fermento. Se borbulhar, está bom para fazer a massa crescer.

fonte-ttps://www.vix.com

Envie seu comentário